Entrevista com Claudia Salvatori, a assassina do clipe “Asche zu Asche”

Abaixo você já pode conferir a entrevista com Claudia Salvatori, a assassina do clipe de "Asche zu Asche"
O site Omnes Tenebrae fez uma entrevista com Claudia Salvatori onde ela nos conta detalhes sobre as gravações e como foi trabalhar com o Blutengel.

Quem contatou você para participar deste novo clipe do Blutengel?
Carlo Roberti, diretor de videoclipes comentou comigo que Chris Pohl havia visto o videoclipe “Refuge” do Client (no qual faço o papel de uma mulher de negócios em uma cena sensual). Além disso, a banda queria fazer um clipe semelhante a um filme, da maneira que só a produtora Solobuio Visual Factory poderia fazer.
Então eles decidiram criar uma continuação para o vídeo “Morituri te Salutant”, gravado em 2009 com a banda Surgery, intensificando a história de uma assassina fria.

Como foi trabalhar com o Blutengel?
O profissionalismo do Chris é indescritível: é sagrado para ele. E claro, ele é absolutamente elegante em todos os aspectos. Ele foi o parceiro perfeito na cena final do duelo (na qual a assassina o encontra como sua última vítima).
Nesse dia nos encontramos no set e logo a primeira tomada já ficou perfeita. Ulrike é fantástica também, uma excelente profissional, divertida e cheia de energia.

Você já trabalhou antes com outras bandas góticas (em vídeos ou sessões de fotos)?
Não exclusivamente com bandas góticas, mas como lhe disse antes, sim, já trabalhei com artistas conhecidos das cenas electro (Client) e industrial (Surgery). Realmente aceito todos os tipos de trabalho, não importa o gênero, seja para sessões de fotos ou videoclipes. Entretanto, confesso que a cena gótica tem uma dimensão muito mais fascinante que as outras.

Conte-nos algum fato engraçado da filmagem desse vídeo.
No primeiro dia das gravações, voltei para casa, cheia de adrenalina. Então fui limpar meu apartamento. De repente, bati a minha cabeça em alguma coisa com tanta força que eu comecei a ver tudo preto, e a minha cabeça doía como se fosse se repartir ao meio. Meu único pensamento na hora foi: “agora vão ter que terminar as gravações com um dublê digital meu como fizeram na última cena de ‘O Corvo’ com o Brandon Lee”.

O Blutengel é uma banda internacionalmente famosa, e com este vídeo sua imagem será bastante reconhecida na cena gótica também. O que você acha do impacto que isso terá?
Ser reconhecida após terminar um trabalho do qual estou tão orgulhosa é a maior recompensa que uma atriz que trabalha com sua imagem pode ter.
Trabalhar com o Blutengel me deu muita sorte. Três dias depois do lançamento do vídeo, meu site já tinha 60 mil visitas e eu recebi na minha página pessoal no Facebook várias mensagens de felicitações e convites para projetos novos e interessantes.
Muito obrigada Omnes Tenebrae, beijos!

Entrevista por Ariel B.
Tradução por Karen Batista
Tecnologia do Blogger.