[Análise] "Leitbild"


A espera pelo mais novo trabalho do Blutengel está quase acabando! O homem mais popular da cena alternativa alemã, Chris Pohl está de volta e mais forte do que nunca! Depois de nos prestigiar com "Omen" (relançado como Save Us), In alle Ewigkeit e Nemesis com os melhores trabalhos da banda, Chris Pohl chega com "Complete" e "Unser Weg" para anunciar seu mais novo trabalho "Leitbild". Se os singles já são ótimos, o que será que os fãs irão falar do novo álbum?

Nós do portal Blutengel Brasil - Fã Blog contamos pra você! E pra responder essa pergunta que está passando pela sua cabeça agora, a resposta é sim, nós já ouvimos o novo álbum "Leitbild".


Em 17/02/2017 chega "Leitbild"! O nome já sugere algo de impacto. Com mais de 6 minutos "Welcome to Your New Life" nos apresenta uma mistura de sombras, drama, escuridão, boas batidas, um coro sombrio que se eleva a cada momento. É uma introdução clássica e poderosa, é bem provável que as próximas apresentações ao vivo sejam iniciadas por ela. Nunca vimos uma intro tão longa! "Lebe Deinen Traum" é uma canção mais típica de Chris, onde Chris e Ulrike nos mostra um dark pop fino e encorajador. Por outro lado em "Wasty My Time", Chris no linguajar popular "tocou o foda-se" trazendo um som com um recado mais direto e reto. "Wasting the Years" é uma canção equilibrada, suave. Como coração do álbum, a canção-título "Leitbild" não é apenas um simples recado, a canção nos apresenta um certo tipo de insatisfação com o mundo atual. "Black" é mais um som dançante com aquela pegada antiga da banda, um som pra baladas. "Scars" é uma daquelas baladas comoventes que são tão profundas e melancólicas que pode ser tocada em qualquer lugar e em qualquer hora! Uma canção realmente boa e super bem apresentada por Chris. "Unser Weg", assim como "Leitbild", é uma canção que também mostra uma grande insatisfação com o mundo atual, onde pessoas querem ter o poder de julgar e de manipular pessoas a seu bel-prazer. Finalmente, Ulrike chega com sua canção solo "Immortal", uma canção fina, cativante e simplesmente fantástica. "The Days of Justice", o título já explica tudo, mas quando os dias de justiça virão? Quando o mal será julgado? E isso refere-se ao mal interior em cada ser humano. É claro que não podemos deixar de falar de "Complete", usada como single para anunciar a chegada de "Leitbild", é uma canção acolhedora e bonita. Simplesmente uma linda canção onde Chris fala diretamente de sua alma e dedica a mesma aos seus pais, que fizeram da vida dele completa. "Gott : Glaube", destina-se a religiões, questões de fé, a missão religiosa, com certeza é uma grande canção. "Say Something" apresenta Chris em um novo timbre, uma nova experiência vocal. "Alle Wunden" reflete perfeitamente o tempo atual novamente, onde o homem desperdiça o tempo que é lhe dado. "The Way You Feel" se destaca em particular pela pegada eletrônica. "Der Himmel brennt" nos revela um acabamento perfeito, cativante e profundamente triste. "Eternal Souls" nos entrega novamente ao ritmo antigo da banda, você vai ouvir Chris e Ulrike naquele típico romantismo vampírico em uma canção cativante e perfeita. "I Surround You" é uma canção com uma pegada super empolgante. "One Last Time" e "Killing Memories" são mais duas canções solo de Ulrike, sua maravilhosa voz penetra em nossas almas e corações. Vale lembrar que no álbum, a faixa "Killing Memories" está disponível na versão alternativa, que é interpretada por Chris, enquanto a versão original interpretada por Ulrike encontramos apenas no single "Lebe deinen Traum". Sendo mais uma das elegias de Chris, "The Plague" é a canção mais longa depois da introdução, é um ataque absoluto, uma critica social. Após isso tudo, o álbum também nos prestigia com versões retrabalhadas de "Seelenschmerz" e "Anders sein" e várias versões remix.


Conclusão: "Leitbild" tornou-se em algo divino! Blutengel superou todas as suas obras e com certeza define um novo marco em sua história. Tudo que é apresentado nos revela uma experiência nova em relação aos sentimentos e humores, a voz de Chris e Ulrike cativam qualquer pessoa, os remixes são brilhantes. É tudo o que um fã pode querer! Eu recomendo aos fãs verdadeiros para obterem o Deluxe Edition, mesmo sendo um pouco mais caro é algo que não pode faltar em sua coleção.

Pra finalizar, deixo aqui os links do álbum "Leitbild" nas versões normal, deluxe edition e box limitado e agradeço ao Blutengel por mais essa obra maravilhosa.