[Análise] "Save Us"

Confira abaixo a análise de "Save Us" de Blutengel.

Blutengel é hoje uma das melhores bandas do cenário gótico.

Ao longo de 15 anos, continua se destacando ao manter o clima sombrio e melancólico e sem nenhum tipo de dúvida, seu mais recente trabalho "Save Us" chega provando que o que é já era bom pode ser ainda melhor.

Antecipado pelos single's "Asche zu Asche" e "Sing", o novo álbum não chegou para mostrar somente sombras e dor. "Omen" apesar de falar sobre perda, nos trouxe muito sobre amor, conflitos internos, fé, humanidade e muita sensualidade.

O gênio da música dark Chris Pohl, mais uma vez brinca com sua bela voz entoando canções tanto em alemão como inglês, onde vemos claramente o quão brilhante é o trabalho dele como vocalista além de ser um incrível compositor e produtor.

Eu particularmente amei esse novo álbum, creio que superou todos os demais e com certeza será, se, já não é mais um grande sucesso da banda.

As minhas músicas favoritas são "Der Regen fällt…" e "Dein Gott", apesar de me apaixonar também por "Starkeeper", "The Siren" e "Wir sind was wir sind".

A querida Ulrike Goldmann também esbanjou sua bela voz e arrasou em "Give me" e "Stay (with me)" que também são músicas maravilhosas.

Pra encerrar, "Save Us" lançado em 13 de fevereiro de 2015, já pode ser adquirido nas melhores lojas do Brasil e do mundo.